Entre em contato conosco:
+46 33-23 79 00
A nossa equipe de vendas pode ajudá-lo com o seu pedido e com suporte técnico. Aberto entre 7h e 16h.

FRIGUS

Em 1933, Georges J. Ranque inventou o tubo vortex após ter descoberto acidentalmente o fenômeno que o ar comprimido podia ser dividido em duas correntes de ar, uma quente e uma fria. Esta descoberta foi aperfeiçoada por Rudolf Hilsch em 1947 e, desde então, não aconteceu muito mais, até recentemente. Atualmente os tubos vortex ainda podem ser encontrados em muitos tamanhos desnecessariamente grandes, todos eles com desempenho similar. O ar comprimido é injetado radialmente, o consumo de ar é difícil de regular e o nível de ruído pode ser perigosamente alto. A tecnologia FRIGUS foi desenvolvida para permitir o controle do consumo de ar pela simples rotação do bico FRIGUS, de concepção exclusiva. O gerador vortex FRIGUS contém oito trajetos separados com configuração Laval. Rodando o bico FRIGUS, a área destes trajetos especialmente concebidos altera-se, tornando possível o controle do consumo de ar sem afetar a velocidade de rotação do ar. Agora, graças à tecnologia FRIGUS, é possível controlar o consumo de ar relativamente ao grau de resfriamento desejado, sem afetar negativamente a eficiência. Este novo desenvolvimento conserva a energia de uma maneira que antes não era possível. Usando tecnologia e materiais inovadores, o tamanho do FRIGUS é pequeno e compacto em comparação à outros tubos vortex. Em parte, isto deve-se ao fato de o ar comprimido ser injetado axialmente em vez de radialmente. Dentro do FRIGUS o ar em rotação é direcionado e filtrado de modo a reduzir radicalmente o nível de ruído. Tudo isto é conseguido sem comprometer a eficiência de resfriamento.