Potência de sopro

É essencial escolher o bico de ar correto para assegurar que a aplicação será segura, silenciosa e eficiente, assim como econômica. A potência de sopro é fundamental; se for inadequada, a aplicação de sopro não poderá ser desempenhada, e se for superdimensionada, não será possível usufruir da tecnologia Silvent. A potência de sopro é medida em Newtons (N) e onças (oz) ou libras (lbs). Entre em contato com a Silvent se você tiver dúvidas sobre a potência de sopro exigida para sua aplicação.

Este guia recomendará os bicos de ar Silvent com força igual a um tubo aberto:

Busca
1 2 3

Configuração de sopro

Conforme o trabalho que o bico de ar vai realizar, escolhe-se uma das seguintes
configurações de sopro.

PLANO – Gera um jato de ar amplo.
LARGO – Gera um jato de ar cônico grande.
CONC – Gera um jato de ar cônico centralizado.
LAVAL – Gera um jato central com velocidade supersônica e cercado por um jato de ar protetor.
OUTROS – Configurações de sopro extraordinárias, como sopro invertido, divergente, etc.

Busca
1 2 3

Material

A escolha de material do bico de ar comprimido depende da temperatura ambiental,
do desgaste mecânico, da corrosão, etc.

ZINCO – Processa aplicações de sopro com temperatura ambiente baixa e abrasão mecânica limitada. De -20 a +70 °C.
INOXIDÁVEL – Tolera temperaturas ambientes elevadas, abrasão mecânica, atmosfera agressiva e propensa à corrosão, assim como requisitos quanto à limpeza. De -20 a +400 °C.
ALUMÍNIO – Processa temperaturas de -20 a +150 °C.
PEEK – Superfície de contato macia, mas pode suportar temperaturas elevadas. A temperatura máx. é 260 °C.
ZYTEL – Um poliamido reforçado a fibra de vidro avançado com bom desempenho em termos de umidade, temperatura e ambiente químico. A temperatura máx. é 180 °C.
EPDM – Minimiza o risco de arranhar durante o sopro com ar comprimido. A temperatura máx. é 70 °C.

1 2 3